a vida é feita de movimentos

3 de maio de 2016

No começo dessa semana, eu postei a seguinte frase na página do blog no Facebook:

Ouvi ou li essa frase em algum lugar há bastante tempo, mas ela fez tanto sentido pra mim que continuo pensando nela como um mantra desde então.

É claro que, no sentido teórico da palavra, a vida É feita de movimentos. Nós acordamos, andamos, comemos, falamos… movimento é ação, mesmo que tudo isso seja no automático.

Mas a pergunta que eu quero fazer é: você está se movendo em direção aos seus sonhos? 

Acredito plenamente na frase que citei acima porque sinto que, por alguma conspiração benéfica do universo, toda vez que arcamos com a responsabilidade de fazer um grande movimento na nossa vida, o destino se encarrega de nos apontar algumas surpresas no caminho.

Independente de qual seja o seu sonho, seu desejo, sua vontade: se ele é grande, requer movimentos maiores (e mais assustadores), te tire de alguma zona de conforto que você esteja e – principalmente! – te faça feliz (ou ter ‘borboletas na estômago), esse é um bom caminho a ser seguido. 

A vida não é linear – por mais que na maior parte do tempo nós desejamos ter o controle total de todos os acontecimentos. A nossa própria trajetória faz movimentos inesperados. Nós estamos mudando toda hora. O mundo muda toda hora. Nossa vida toma rumos diferentes num piscar de olhos.

Pra quê, então, continuar num movimento automático, sem tomar o rumo desse barco? Sempre no depois, depois, depois…

Que sejamos os condutores do nosso barco. Que, mesmo com as incertezas e receios, possamos tomar atitudes que nos façam realmente felizes. Que possamos dar à vida o movimento que ela merece, como numa dança sem música, conduzida pelo compasso da nossa intuição.

Quando nós damos o primeiro passo da valsa, a vida nos chama pra bailar no meio do salão.