não, você não precisa de tanta roupa assim…

4 de setembro de 2015

Uma das etapas mais “assustadoras” da consultoria de estilo para as clientes é, sem dúvida, a revitalização do guarda-roupa; um dia praticamente inteiro tirando TUDO do armário pra, no final, responder para CADA peça a seguinte pergunta: eu gosto dessa peça? ela merece estar no meu guarda-roupa? 

Uma das etapas mais “assustadoras” da consultoria de estilo para as clientes é, sem dúvida, a revitalização do guarda-roupa; um dia praticamente inteiro tirando TUDO do armário pra, no final, responder para CADA peça a seguinte pergunta: eu gosto dessa peça? ela merece estar no meu guarda-roupa? 

Já vou adiantar um spoiler trágico: a maioria das vezes a resposta é NÃO.

 

momentos de tensão

momentos de tensão

E o que acontece depois de separarmos várias sacolas de roupas para doação/venda? A resposta é… A VIDA CONTINUA!

Falando sério agora: em algum momento da vida moderna, a gente acreditou que TER é melhor que SER. Então, de alguma maneira, ter muitas roupas, muitos sapatos, muitos acessórios é uma falsa zona de conforto e segurança, como se aquele monte de coisas que não usamos mais, compramos por impulso e não tem mais nada a ver com a nossa vida fossem extremamente importantes e imprescindíveis na vida.

Mas a gente sabe, lá no fundo do coração, que não são. Que aquele monte de roupa só atrapalha o dia-a-dia. Bagunça o armário. Deixa a impressão que temos várias roupas quando, na verdade, só usamos 10% daquilo.

Acredito demais naquele conceito do feng shui de que coisa parada significa energia parada. Vamos renovar a energia da nossa vida, começando pelas roupas que não fazem mais sentido?

Já que eu já contei um spoiler, vou contar outro: no final da revitalização, a cliente fica tão feliz de se livrar daquela quantidade abissal de roupas que a frase que eu mais escuto é “nossa, eu não preciso de tanta coisa”.

 

E não precisa mesmo, pessoal. Ter menos roupas, mas só peças que façam SENTIDO pra você e pro seu estilo, torna a vida mais prática porque, afinal, tudo que tá dentro daquele armário são coisas que você ama usar e que te representam visualmente. Já pensou que maravilha olhar pras suas roupas e sentir isso? Sim, é possível! <3

“olha que coisa mais linda, mais cheia de graça…”

A gente tem que acumular AMOR, SABEDORIA, INTELIGÊNCIA, PAZ DE ESPÍRITO, BOAS RELAÇÕES, ABRAÇOS QUENTINHOS E RISADAS GOSTOSAS. O resto é resto. Não é o que nos define.

 

E você? O que pensa sobre isso? Qual sua relação com seu guarda-roupa?

acordei engraçadinha hoje, hehe…