saiba (#3)

12 de outubro de 2016

“Saiba: todo mundo foi neném
Einstein, Freud e Platão também
Hitler, Bush e Sadam Hussein
Quem tem grana e quem não tem

Saiba: todo mundo teve infância
Maomé já foi criança
Arquimedes, Buda, Galileu
e também você e eu”

(Arnaldo Antunes – Saiba)

 

 

Acordei pensando nessa música hoje. E acredito que não há data mais oportuna para relembrarmos a criança que um dia fomos.

 

Eu particularmente adoro conviver com crianças. Acho que elas têm muito o que nos ensinar. E nós também podemos aprender com o pequeno ou a pequena que fomos.

 

Não é bem maluco pensar que personalidades como Hitler, Buda, Einstein já foram crianças? Que fizeram alguém sorrir pelas suas gracinhas? Que já sentiram medo de escuro ou de monstro embaixo da cama?

 

Acredito que dentro de nós há uma criança que não morre. Uma luz pura, intocável; Uma inocência e uma crença de que o mundo é um lugar bom, repleto de amor e acolhimento. Que o mundo é nosso playground em tamanho surreal e a vida tá aí, pra ser vivida e a chuva ta aí, pra gente ter uma desculpa pra se molhar e brincar na água sem motivo.

 

Que possamos, sempre que possível, resgatar nossa criança interior. Que possamos enxergar a beleza da vida nos detalhes imperceptíveis da rotina. Que possamos ter a curiosidade de um bebê que aprendeu a andar e já quer descobrir o mundo e como as coisas funcionam. Que nunca percamos nossa luz, nossa vontade de abraçar o mundo e de ser acolhido por ele. Existe coisa mais gostosa do que uma risada de criança?

 

Um feliz dia da criança pra sua criança interior. Dê um abraço bem apertado nela por mim.

eu e meu pai <3

Tags: